15 de Julio de 2018
Portal Educativo de las Américas
  Idioma:
 Imprima esta Página  Envie esta Página por Correo  Califique esta Página  Agregar a mis Contenidos  Página Principal 
¿Nuevo Usuario? - ¿Olvidó su Clave? - Usuario Registrado:     

Búsqueda



Colección: La Educación
Número: (129-131) I,III
Año: 1998

Conclusão

Como nos ensina Guardières (1991), as aplicações da informática no campo educacional introduziram, há duas décadas, uma tripla mutação nos planos social, pedagógico e tecnológico. No plano social esta mutação se refere essencialmente às modificações de comportamento introduzidas pela utilização do computador no processo educativo. No plano pedagógico esta mutação é fruto da necessária adequação do computador aos objetivos visados pela escola enquanto instituição de comunicação de conhecimentos. No plano tecnológico pode-se falar de mutação quando se faz referência aos avanços necessários para a concepção de sistemas de formação realmente capazes de influenciarem o processo de ensino-aprendizagem. De forma geral, esta tripla mutação alimentou as pesquisas no campo da informática educativa e favoreceu o desenvolvimento de inúmeros protótipos de sistemas voltados para todas as áreas do conhecimento e para todo tipo de clientela. As novas possibilidades introduzidas pela utilização pedagógica da teleinformática e das redes de computadores poderiam, segundo nosso ponto de vista, introduzir uma nova mutação às três já identificadas por Guardières (op. cit.). Trata-se agora de uma mutação no plano da interatividade, que é causada pelo tipo de relação que tem lugar quando um indivíduo se relaciona diretamente com conhecimentos dispersos em um espaço subjetivo, distribuídos em bases de dados através do mundo.

A utilização da RedeLET como mecanismo de formação continuada à distância de professores ligados à formação tecnológica abre novas perspectivas para a resolução de um velho problema — o da formação continuada— por meio da instauração de um processo interativo inédito, no qual usuários navegam de forma espontânea e aleatória através de um universo de informações suscetíveis de mantê-los atualizados em suas respectivas áreas de atuação, estimulados com relação às inovações tecnológicas e inteirados dos avanços científicos. Ricos de um tal conhecimento, supõe-se que os professores estarão mais aptos a intervir em sala de aula, menos distanciados do que se passa fora dela e melhor qualificados para formar alunos preparados para enfrentar o mercado de trabalho, cuja realidade não é necessariamente reproduzida em meios escolares.