24 de Abril de 2018
Portal Educativo de las Américas
  Idioma:
 Imprima esta Página  Envie esta Página por Correo  Califique esta Página  Agregar a mis Contenidos  Página Principal 
¿Nuevo Usuario? - ¿Olvidó su Clave? - Usuario Registrado:     

Búsqueda



Colección:
La Educación
Número: (115) II
Año: 1993

RESUMO

Os resultados de um estudo realizado na zona rural da América Central põe em questão a conveniência de transferir materiais educacionais ambientais dos Estados Unidos para escolas rurais latino-americanas. Além das diferenças linguísticas e biofísicas entre os países, o conteúdo e enfoque dos materiais didáticos baseia-se em muitas suposições a respeito da formação dos professores que utilizarão os materiais, bem como dos seus alunos, salas de aula, composição da classe e padrões de matrícula. Ao se examinar essas suposições e compará-las com a situação atual nas escolas rurais da América Central, surgem profundas diferenças. Este estudo ajuda a ressaltar a dificuldade de transferir modelos educacionais de um país para outro sem modificação ou adaptação substanciais. A prática de simplesmente traduzir os materiais para uso em todos os países talvez não contribua para o melhoramento da educação ambiental nos países em desenvolvimento, especialmente nas escolas rurais. Uma abordagem melhor seria apoiar a preparação local de materiais e programas.